Sociedade

Militar da GNR instalou câmara no balneário feminino para espiar colegas no duche

Guarda está a ser alvo de processo disciplinar.

Um militar da GNR do posto territorial de Águeda, no distrito de Aveiro, vai ser alvo de um processo disciplinar, na sequência de ter sido apanhado a observar colegas do sexo feminino no duche, nas instalações da Guarda.

"O militar colocou uma câmara no balneário feminino, que foi descoberta, e depois de algumas diligências conseguiu chegar-se à pessoa", confirmou fonte da GNR, citada pela Agência Lusa.

Já foi aberto um processo disciplinar e o militar, que entretanto se encontra de baixa médica, foi transferido para outra subunidade.