Brasil presente

Política e politicagem

Sondagens eleitorais, para uma eleição daqui a 16 meses, apontam para um empate entre Lula e Bolsonaro, mas com maioria buscando uma terceira via.

por Aristóteles Drummond

Como se não houvesse uma pandemia nas dimensões trágicas que o Brasil vive e uma crise na economia latente, os políticos e os magistrados-políticos continuam a buscar os holofotes. O Supremo Tribunal já definiu que as igrejas de todos os cultos devem permanecer fechadas, quando a determinação for de autoridades locais. Assunto que dominou o noticiário por mais de uma semana. Depois, um ministro da Suprema Corte, Luís Roberto Barroso, determinou (sic) que o Senado instaure uma sindicância para avaliar o comportamento do governo na pandemia, o que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, não considerou urgente face o momento. O Senado atendeu e inclui o exame dos recursos repassados pelo governo central aos regionais, no montante de trinta mil milhões de euros equivalentes. O Presidente da República segue incorrigível em brigar com todo mundo, e usando palavras pouco diplomáticas.

No mais, o governo errou no enfrentamento, mas mandou muito dinheiro para os governos regionais e houve corrupção que custou até agora o mandato de dois governadores, do Rio de Janeiro e de Santa Catarina.

E a vacina que é bom, sem novidades, mas o Brasil já aplicou mais de 30 milhões de doses. O que é pouco para 210 milhões de habitantes. Caso os fornecedores de vacinas e insumos cumprirem o prometido, dentro de duas semanas, pode-se estar vacinando um milhão por dia. O que ainda será pouco.

Sondagens eleitorais, para uma eleição daqui a 16 meses, apontam para um empate entre Lula e Bolsonaro, mas com maioria buscando uma terceira via. Como se não tivesse muita água para rolar debaixo desta ponte...

Brasília realmente é uma ilha da fantasia.

Andar da economia

Alberto Ramos, diretor do Goldman Sachs declara que «o Brasil não é um pais pobre, mas pobremente manejado».

 Neste ano, os portos da região norte devem embarcar mais da metade da produção de grãos (soja e milho) do centro-oeste. Reflexos da estrada que o governo Bolsonaro pavimentou e que ficava intransitável na estação das chuvas tropicais.

Os desencontros do Presidente com a proposta liberal continuam a despertar desconfianças no mercado. A eleição dos conselhos da Petrobras mostrou as restrições dos acionistas minoritários, especialmente fundos, com a ingerência política na fixação de preços dos combustíveis. Dois vices do Banco do Brasil pediram demissão esta semana. O Fundo Leblon, que tem uma carteira de 700 milhões de euros em ações, zerou sua posição de estatais.

 

VARIEDADES

• Ruy Guerra, o cineasta e militante de esquerda nascido em Moçambique, com passagem por Portugal, França e Argélia, antes de desembarcar no Brasil, vai ser homenageado pelos seus 90 anos. Uma vida rica de emoções. Foi casado com Nara Leão, Leila Diniz e Claudia Ohanna, e parceiro de Gabriel Garcia Márquez nas longas visitas a Cuba e a Fidel Castro. Tem muitos e premiados filmes, no Brasil e em coproduções internacionais.

• A editora Planeta, do Brasil, lançou uma biografia de Santo Antônio com novas abordagens da vida e do pós-vida do santo mais popular do Brasil e de Portugal. O autor é Edson Veiga.

• O Príncipe Phillip esteve no Brasil duas vezes. Em 1962, pilotando um bimotor em que passou por quase todos os países da América do Sul, tendo como copiloto Peter Middleton, avô de Kate, casada com seu neto William. Em 1968, acompanhando a Rainha. Nesta viagem, ela inaugurou o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand – MASP –, com a presença do próprio, que foi embaixador do Brasil na Inglaterra nos anos JK. Um dos grandes doadores do museu, que é o mais importante da América Latina em arte moderna, foi o empresário Spitzman Jordan, pai de André Jordan, o empresário de referência do imobiliário de Portugal.

• A luta na Justiça e no Parlamento dos evangélicos para que o lockdown não inclua igrejas tem uma explicação: a queda na arrecadação dos ‘dízimos’.

• A Igreja Católica não aderiu às medidas judiciais e mantém as portas abertas, mas sem missas, para evitar aglomerações. As missas têm sido, em sua maioria, pela Internet.