Sociedade

PJ deteve cidadão brasileiro suspeito de matar ex-sogra

O suspeito de 38 anos fugiu para a Europa logo após o homicídio. 


A Polícia Judiciária (PJ) deteve um cidadão brasileiro de 38 anos, que foi encontrado em Leiria, suspeito de matar a sua ex-sogra com uma arma de fogo.

Segundo a nota da PJ, o arguido fugiu para a Europa, em janeiro de 2020, depois do crime, “onde viria a beneficiar do apoio de compatriotas residentes em diversas comunidades deste continente”.

Através do mandato de detenção internacional da Interpol, enviado em dezembro de 2020, a PJ investigou e recolheu informações sobre o caso, “que culminaram na localização e detenção” do suspeito de 38 anos no território nacional.

No Brasil, este crime é punível com pena de prisão até 30 anos.

O detido esteve presente ao Tribunal de Relação de Coimbra, no qual foi determinado que ficasse a aguardar pelos últimos detalhes do processo de extradição, ao estar “sujeito à medida de coação de prisão preventiva”.