Desporto

Pedro Proença considera Superliga europeia "uma insanidade"

O líder da Liga Portugal criticou as notícias sobre uma possível Superliga europeia, feita por uma "reduzida e egoísta elite".

Pedro Proença, presidente da Liga Portugal, lançou um comunicado nas redes sociais a apontar o dedo à criação de uma Superliga Europeia, realidade que ganhou novos contornos neste domingo, após vários meios de comunicação social terem anunciado que os clubes mais ricos da Europa estão prestes a anunciar este novo campeonato.

O antigo árbitro opõe-se "frontalmente" a esta competição, que classifica como sendo "pensada e desenhada por uma pequena elite com intenções exclusivas".

"Uma insanidade que colocaria em causa todos os alicerces fundamentais em que o futebol sempre se desenvolveu", defendeu Proença, que garantiu ainda que a Liga vai continuar "firmes e unidos na defesa das Ligas nacionais, do mérito desportivo e de modelos que contribuam para o crescimento de todo o ecossistema do futebol e não apenas de uma reduzida e egoísta elite".

A UEFA lançou também neste domingo um comunicado a condenar a possível criação desta Superliga europeia, advertindo os clubes envolvidos que, caso avancem com o projeto, tudo irá fazer para "impedir que isto aconteça"