Vida

Paris Hilton revela que sofreu de stress pós-traumático após divulgação de vídeo sexual

"Eu chorava todos os dias, não queria sair de casa. Sentia que a minha vida tinha acabado.”, disse.

Em 2003, Paris Hilton, na altura com 22 anos, viu um vídeo seu de cariz sexual correr o mundo. Agora, cerca de 20 anos depois, a socialite revelou como a divulgação das cenas íntimas afetou a sua vida.

“Isso será sempre uma coisa que me vai magoar para o resto da vida”, afirmou, em entrevista à Vanity Fair. O vídeo fora gravado em 2001, com o então namorado Rick Salomon, de 33 anos.

“As pessoas foram muito más com o que aconteceu comigo na altura. A maneira como falavam sobre mim, ter que ver diariamente certas coisas, e tudo com a minha família. Eu chorava todos os dias, não queria sair de casa. Sentia que a minha vida tinha acabado.”, disse.

Após a divulgação do vídeo, Salomon começou a comercializar as imagens e vendeu uma versão mais longa do vídeo para uma produtora de pornografia com o nome 'Uma Noite em Paris'. 

“Só de falar sobre isso, ainda sofro de stress pós-traumático. É uma experiência privada entre duas pessoas. Tu pensas que amas e acreditas em alguém e és traída dessa maneira, com mundo inteiro a ver e a rir-se, magoou-me muito”, revelou.

Em 2020, no documentário 'This is Paris', a empresária, agora com 40 anos, afirmou que se tinha sentido "eletronicamente violada" por Salomon.