Desporto

Governo português contra a criação da Superliga europeia

"Este é um desporto com milhões e milhões de adeptos em todo o continente e com uma importante função social, que deve ser preservada", assinalou o ministro da Educação. 


O Governo português está contra a criação da Superliga europeia de futebol, anunciou esta segunda-feira, corroborando assim as posições das autoridades nacionais e europeias.

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, disse à agência Lusa que "partilha a visão das autoridades nacionais e europeias de futebol, não sendo favorável à criação de uma competição desportiva a nível europeu que não privilegia a inclusão, a solidariedade e o mérito desportivo, colocando os interesses de uma pequena parte à frente do bem comum".

"Este é um desporto com milhões e milhões de adeptos em todo o continente e com uma importante função social, que deve ser preservada", sublinhou o ministro, que tutela o desporto.