Desporto

Chelsea e Manchester City preparam-se para desistir da Superliga

Segundo a Sky News, a saída do Chelsea deve-se ao impacto negativo que o anúncio da Superliga trouxe para o clube inglês.


Chelsea e Manchester City poderão ser os primeiros clubes a desistir da Superliga europeia, avançou a imprensa britânica.

De acordo com os canais televisivos, BBC e Sky News, os dois clubes da liga inglesa estão a preparar toda a documentação para abandonar a competição de elite, após a reunião, esta terça-feira, com 14 clubes da Premier League que rejeitaram participar na Superliga.

A decisão do Chelsea, segundo a Sky News, deve-se, principalmente, ao impacto negativo do anúncio sobre a criação da competição, desvirtuando assim todo o trabalho desenvolvido pelo clube nos últimos anos, em causas relacionadas com a covid-19 e o racismo.

Esta notícia chega horas depois de um protesto que uniu, nas imediações de Stamford Bridge, cerca de mil adeptos do Chelsea que se manifestaram contra a participação do clube na Superliga.

Este será um processo demoroso, pelo facto de os 12 clubes fundadores - Real Madrid, Barcelona, Atlético Madrid, Juventus, Milan, Inter, Arsenal, Liverpool, Manchester City, Manchester United, e Tottenham - terem assinado contratos em conjunto.