Vida

Eva Mendes gera debate nas redes sociais ao comparar palmadas em crianças a violência doméstica

Enquanto uns concordam, outros mostraram ter opiniões diferentes. Atriz participou no debate. 

Eva Mendes gerou um debate nas redes sociais depois de tornar pública a sua opinião sobre palmadas em crianças como forma de disciplina.

A atriz, de 47 anos, mãe de duas meninas, de seis e quatro anos, frutos da relação com Ryan Gosling, defendeu que uma palmada é uma punição comparável a violência doméstica.

“Muitas vezes perguntam-me qual é meu vestido de tapete vermelho favorito. Este Versace está definitivamente no topo. Não me perguntam com frequência qual é minha frase favorita sobre maternidade, mas vou postá-la de qualquer maneira”, começou por escrever Eva Mendes, numa publicação partilhada no Instagram, onde mostrou depois uma imagem que refere que as palmadas fazem para o desenvolvimento de uma criança aquilo que “bater no cônjuge faz para o casamento”.

Contudo, a opinião da atriz dividiu os seguidores.

“Não sei. Levei palmadas e agora sou um adulto respeitador. E acredite, eu mereci aquelas palmadas. Era um pirralho”, escreveu um seguidor, a quem Eva fez questão de responder.

“Obrigada pelo seu comentário. Fico feliz em concordar em discordar. Quero que esta página ofereça isso de uma forma amorosa. Todos nós somos pais do nosso próprio jeito e não tenho ideia do que estou a fazer na maior parte das vezes. Isto não vem com um manual, então quando há algo que ressoa em mim, eu transmito-o. Muito amor”, escreveu a atriz, simpaticamente.

Mas os comentários não ficaram por aqui. “Levei palmadas muito poucas vezes, mas levei. Em situações extremas de comportamento e estou bem. Costumava ter os meus ataques quando era criança se não conseguisse o que queria à minha maneira. Não associo isso a um cônjuge a bater-me. Nunca toleraria isso”, escreveu outro.

Por outro lado, houve quem concordasse com a atriz e elogiaram a sua partilha. "Eu concordo. Cada vez que fui 'disciplinada' enquanto crescia, só sentia medo e vergonha. Isso nunca 'corrigiu' o meu comportamento”, lê-se num comentário.

De realçar que em países como a Escócia é ilegal dar palmadas em crianças, sendo tratadas como um crime de agressão.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Eva Mendes (@evamendes)