Sociedade

GNR deteve homem que atirou óleo a ferver para cima da companheira em Leiria

O detido de 52 anos controlava todos os passos da ex-companheira, com a qual se relacionou durante 13 anos. 


Um homem de 52 anos foi detido pela GNR, esta segunda-feira, por violentar física e psicologicamente a sua ex-companheira, com a qual se relacionou durante 13 anos.

De acordo com um comunicado da GNR, durante o longo relacionamento, o suspeito ameaçou e agrediu a mulher de 33 anos, chegando ao ponto de “arremessar-lhe óleo alimentar a ferver e objetos domésticos, com o único propósito de lhe provocar dor, medo e terror constante”.

O detido também tinha “por hábito humilhar e controlar toda a vida da vítima”, ao proibi-la de contactar os familiares e amigos e ainda ao obrigá-la a cumprir todas as suas ordens, sem puder fazer compras sozinhas.

Recentemente, o homem, que já não vivia na mesma residência familiar, contactou de novo a vítima para tentar ter relações sexuais com a mesma. Ao rejeitá-lo, o detido agrediu-a, levando a vítima a refugiar-se na habitação de familiares.

Através da investigação, a GNR também apurou que o homem de 52 anos agrediu os quatro filhos menores, com idades compreendidas entre os três e os 12 anos.

O suspeito, que já tinha antecedentes criminais, esteve presente no primeiro interrogatório no Tribunal Judicial de Leiria, esta terça-feira, no qual foram-lhe aplicada as medidas de coação: proibição de contactar a vítima, de adquirir armas e aproximar da residência familiar.