Economia

Credit Suisse com perdas de 148,3 milhões de euros

O presidente executivo do banco, Thomas Gottstein, disse que “os prejuízos contabilizados devido a este caso são inaceitáveis”, apesar das receitas terem aumentado 31% para 6800 milhões de euros.

O Credit Suisse registou um prejuízo de 228 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano. Grande parte desta perda deve-se ao recente colapso do fundo de investimento especulativo norte-americano Archegos Capital.

O presidente executivo do banco, Thomas Gottstein, disse que “os prejuízos contabilizados devido a este caso são inaceitáveis”, apesar das receitas terem aumentado 31% para 6800 milhões de euros.

A instituição financeira espera contabilizar um prejuízo de 545 milhões no segundo trimestre deste ano, como consequência do colapso do fundo de investimentos especulativo Archegos Capital, embora tenha dito que reduziu já a sua exposição ao 'hedge fund' em 97%, adianta no comunicado.

O regulador do sistema bancário suíço, Finma, exigiu que o banco acrescentasse cerca de 1.700 milhões de euros de capital adicional.

Neste sentido, para reforçar o capital social do banco, este converteu 1.800 milhões de obrigações convertíveis em 203 milhões de ações.