Sociedade

Depressão Lola fecha Avenida do Mar em Ponta Delgada e causa 16 ocorrências nas várias ilhas dos Açores

Agitação marítima obriga o encerramento da avenida na ilha de São Miguel. 


A depressão Lola já está a fazer estragos nos Açores, tendo obrigado a encerrar a Avenida do Mar, em Ponta Delgada, e provocado 16 ocorrências: seis em São Miguel, seis na Terceira, duas em São Jorge e duas no Faial.

Maior parte das ocorrências já foram resolvidas, indicou o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA).

O SRPCBA explicou, em comunicado, que os dois troços da Avenida do Mar, na ilha de São Miguel, estão "fechados à circulação devido à forte agitação marítima que se faz sentir naquela zona".

Na mesma nota, o SRPCBA também indicou que até agora, "as ocorrências estão relacionadas, sobretudo, com queda de árvores e queda/danos de estruturas [como postes, cabos, candeeiros e telhas que se soltaram]".

Não há registo de danos humanos, contudo, em Ponta Delgada, a queda de uma árvore causou estragos no telhado de uma casa e num automóvel, referiu o comunicado.

No entanto, esta situação “não implicou necessidade de realojamento dos habitantes”, revelaram as autoridades locais. 

Recorde-se que o Instituto Português do Mar e da Atmosfera lançou um aviso amarelo devido à agitação marítima para Flores e Corvo, que irá durar até às 12h00 (13h00 em Lisboa) de sexta-feira.

As ilhas de São Miguel e Santa Maria do grupo oriental está em vigor um aviso amarelo devido ao vento que termina às 12h00 de amanhã, contudo o aviso para a agitação marítima irá estender-se até às 10h de sábado.

Já o grupo central dos Açores - Faial, Pico, São Jorge, Terceira e Pico – será o mais afetado pela depressão Lola.

Estas cinco ilhas estão em aviso laranja devido ao vento até à meia noite de sexta-feira. Depois dessa hora, irão vigorar dois avisos amarelos: um por causa do vento e outro devido à agitação marítima, que irão terminar às 10h00 de sábado.