Sociedade

Efemérides de 26 de abril

Foi há 35 anos o Desastre de Chernobyl


1607 O capitão John Smith (1580-1631), da Marinha Real Inglesa, chegou há 414 anos a Cabo Henry, na Virgínia, para estabelecer o primeiro colonato inglês permanente na América por ordem da Rainha britânica Isabel I, que pretendia assim ultrapassar as posições de Portugal e Espanha no Tratado de Tordesillas.

1937 Teve lugar há 84 anos, na Guerra Civil de Espanha, o bombardeamento de Guernica pela força aérea nazi, ao serviço das forças de Francisco Franco, e que deu o célebre quadro de Picasso.

1947 O Governo da Ditadura portuguesa impediu há 74 anos a legalização do MUD, Movimento de Unidade Democrática, embora a decisão só fosse comunicada no ano seguinte.

1974 O então major Vítor Alves (1935-2011), responsável político da Comissão Coordenadora do MFA, apresentou há 47 anos, logo depois da revolução libertadora a 25 de Abril, o programa do Movimento, que contemplava o fim da Guerra Colonial, o estabelecimento de um regime democrático e a garantia da liberdade.

1975 O Partido Socialista venceu com maioria relativa as primeiras eleições pós-25 de Abril, para a Assembleia Constituinte, há 46 anos.

1986 Foi há 35 anos o Desastre de Chernobyl, um incêndio num reator da central nuclear da URSS que causou centenas de vítimas e obrigou à evacuação dos 135 mil habitantes da região, para além de uma nuvem que passou das fronteiras da Rússia.

1995 A AutoEuropa, actualmente fabricante de VWs, e exemplo mundial de produtividade, foi inaugurada há 24 anos, concluindo o 1º veículo (então um  Ford) em Maio seguinte.

2001 Foi lançado há 20 anos pela Verbo o polémico Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências de Lisboa, dirigido por Malaca Casteleiro, em 2 volumes.

2017 Mais de 10.500 pessoas assinaram há 4 anos, quando o caso se tornara muito polémico, a petição pública que defende a vacinação obrigatória no caso das vacinas do Programa Nacional de Vacinação.

2018 Mais de meia centena de lotes de madeira ardida em incêndios florestais nas matas nacionais e perímetros geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas foram vendidos por 2,85 milhões de euros, no mesmo dia em que o cómico norte-americano Bill Cosby era declarado culpado de agressão sexual.

2019 As pessoas ‘sem religião’ lideraram pela primeira vez uma longa pesquisa sobre a matéria nos EUA, com 23,1%, ficando os católicos logo a seguir (23%) e os evangélicos (22,5%).