Internacional

Morreu menina de seis anos torturada pela mãe e pela madrasta durante três dias em caso que está a chocar o Brasil

Estava internada no hospital em coma e sofreu uma paragem cardiorrespiratória.

A menina de seis anos que estava internada desde segunda-feira num hospital do Rio de Janeiro, no Brasil, morreu no sábado passado.

A criança foi vítima de grande violência por parte da mãe e da namorada, a quem a menina chamava madrasta.

Estava em coma e sofreu uma paragem cardiorrespiratória e não resistiu às sequências muito graves, decorrentes das agressões de que foi alvo, e que, segundo a imprensa brasileira, começaram no dia 16 de abril e duraram três dias.

O caso, que embora não seja inédito no Brasil deixou o país em choque, foi confirmado pela mãe da madrasta da menina, que contou às autoridades que a sua filha sempre foi uma pessoa violenta, em especial nas suas relações amorosas. A mulher não retira, contudo, responsabilidade à mãe da menina.

As duas mulheres, mãe e madrasta da criança, estão presas preventivamente e já confessaram o crime.