Internacional

Dinamarca retira vacina da Johnson & Johnson do plano de vacinação

 Em causa estão possíveis efeitos secundários do fármaco, como o registo de casos de tromboembolismos.

A Dinamarca decidiu, esta segunda-feira, retirar a vacina contra a covid-19 da farmacêutica Janssen, do grupo Johnson & Johnson, do seu plano de vacinação. Em causa estão possíveis efeitos secundários do fármaco, como o registo de casos de tromboembolismos.

“A Autoridade Nacional de Saúde dinamarquesa concluiu que os benefícios do uso da vacina para a covid-19 da Johnson & Johnson não superam o risco de causar um possível efeito secundário”, referiu a entidade de saúde dinamarquesa.

“O programa de vacinação da Dinamarca irá continuar sem esta vacina”, sublinhou.

Recorde-se que o país tomou uma decisão semelhante em relação ao fármaco da AstraZeneca, apesar de a Agência Europeia de Medicamentos afirmar que os “benefícios superam os riscos” em ambas as vacinas.