Sociedade

Cerca de 9 milhões de pessoas recenseadas já responderam aos Censos

A partir de amanhã e até ao final do mês, os alojamentos que ainda não responderam vão receber um aviso de contacto ou a visita do recenseador.

Cerca de 82% – 3,7 milhões – dos alojamentos que receberam a carta do Instituto Nacional de Estatística (INE) para responder aos Censos 2021 já submeteram as suas informações, revelou, esta segunda-feira, o INE.

“A fase de resposta aos Censos 2021 teve início dia 19 de abril e durante as duas primeiras semanas da recolha registaram-se cerca de 3,7 milhões de respostas, representando mais de 9 milhões de pessoas recenseadas”, lê-se numa nota publicada no site do INE.

A Região Autónoma da Madeira é a que regista o maior número de respostas, com 90%. Segue-se a Região Autónoma dos Açores e o Centro. A Área Metropolitana de Lisboa surge em último, com pouco mais de 70% de respostas submetidas.

Segundo o INE, a maioria (90%) das respostas aos Censos 2021 foram dadas através da Internet. As restantes 10% foram dadas por outros modos de resposta, como o eBalcão, disponíveis nas Juntas de Freguesia, via telefone ou resultaram de apoio direto por parte do recenseador.

Nos primeiros dias – 19 e 20 de abril – foram submetidas mais de um milhão de respostas. Já “na última semana, o número de respostas diárias variou entre as 100 e as 200 mil, com os valores mais elevados a serem registados no domingo dia 2 de maio”, indica o INE.

A partir de amanhã e até ao final do mês, os alojamentos que ainda não responderam vão receber um aviso de contacto ou a visita do recenseador a lembrar a necessidade de resposta aos Censos e prestar todo o apoio necessário à população.