Sociedade

Oito feridos após acidente entre autocarro escolar e dois automóveis em Arcos de Valdevez

A Estrada Nacional 202 está cortada nos dois sentidos. 

Atualizada às 10h22

Seis crianças e dois adultos ficaram feridos na sequência de uma colisão entre um autocarro escolar e dois automóveis em Cabana Maior, em Arcos de Valdevez. O acidente obrigou ao corte da Estrada Nacional (EN) 202.

As vítimas sofreram apenas ferimentos ligeiros, afirmou uma fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) à agência Lusa.

O autocarro “transportava cerca de 30 crianças de várias freguesias (Soajo e Gavieira) que iam para o centro escolar no centro da vila de Arcos de Valdevez”, disse o presidente da Junta de Freguesia de Cabana Maior, Joaquim Campos, à mesma agência.

Joaquim Campos deslocou-se ao local do acidente e conseguiu perceber que as crianças “estavam muito assustadas”. "Algumas bateram com a cara, sem gravidade, estavam sobretudo em pânico", disse.

Um dos dois adultos que ficou ferido “é o condutor da viatura que colidiu com o autocarro”.

"É um funcionário da equipa de sapadores do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), com cerca de 50 anos. Estive a falar com ele e disse-me que ficou encadeado pelo sol e, como o acidente ocorreu numa curva, não conseguiu ver. O homem queixava-se de dores nas costas, mas estava bem. Teve de ser desencarcerado por ter sido operado recentemente à coluna e os bombeiros não arriscaram danos maiores", explicou à Lusa.

Já da segunda viatura também envolvida no acidente “apenas uma jovem de 20 anos, que seguia ao lado do condutor, ficou ferida na cara, mas aparentemente sem gravidade”.

"Bateu com a cabeça no vidro do carro e sangrava um pouco", disse o presidente da Junta de Freguesia.

A colisão ocorreu às 07h54 e a EN202 está cortada "na totalidade" nos dois sentidos desde as 08h21, segundo explicou uma fonte do CDOS à mesma agência.

No local, estiveram 20 operacionais e oito viaturas pelas 09h29.