Politica

Governo diz que não foi notificado da providência cautelar dos proprietários do Zmar

Fonte do MAI diz que Executivo não recebeu informação.

Governo diz que não foi notificado da providência cautelar dos proprietários do Zmar

A presidência do Conselho de Ministros ainda não foi notificada da providência cautelar interposta pelo advogado de proprietários de casas no Zmar, em Odemira, para suspender a requisição civil do complexo, segundo fonte do MAI.

"A presidência do Conselho de Ministros não foi notificada da providência cautelar", disse a fonte do Ministério da Administração Interna (MAI).

Esta sexta-feira de manhã, a defesa dos proprietários do Zmar adiantou que o Supremo Tribunal Administrativo tinha dado provimento à providência cautelar, que suspendia a requisição civil do complexo decretada pelo Governo.

"Mas o Governo pode reagir e nós também podemos reagir à reação do Governo", explicou o advogado Nuno Silva Vieira, à agência Lusa, acrescentando que "ainda não há nenhuma decisão definitiva" do tribunal.

Os comentários estão desactivados.