Desporto

Mulher mais velha do mundo já não vai transportar tocha olímpica

Tem 118 anos. 


Kane Tanaka, de 118 anos, já não vai transportar a tocha olímpica dos Jogos Tóquio’2020. A decisão foi anunciada esta sexta-feira pela família da japonesa, que é considerada a mais velha do mundo.

Em comunicado, a família disse que Tanaka não irá participar no evento uma vez que "a disseminação do novo coronavírus não foi contida".

"A casa de repouso onde Kane reside proibiu visitas para evitar a propagação de micróbios e até agora tem sido capaz de fornecer segurança aos seus residentes", declarou a família. "Desta forma, dada a situação atual, é uma pena, mas decidimos que Kane Tanaka não irá transportar a tocha olímipica”, acrescentaram, sublinhando que a mulher esperava ansiosamente por esta oportunidade "rara e preciosa".

Tanaka nasceu em 2 de janeiro de 1903 e reside em Fukuoka, no sul do Japão. A cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos Tóquio'2020, adiados para 2021 devido à pandemia, está marcada para 23 de julho.