Cultura

Tom Cruise devolve Globos de Ouro após polémica com a organização

Os prémios de Melhor Ator nos filmes ‘Nascido a 4 de julho’, de 1990, e ‘Jerry Maguire’, de 1997, e o de Melhor Ator Secundário em ‘Magnólia’, de 2000, foram enviados para a sede da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood.


Tom Cruise devolveu os seus três prémios dos Globos de Ouro, na segunda-feira, após a entidade que vota estar envolvida numa série de polémicas relacionadas com a falta de diversidade e subornos em troca de nomeações.

Os prémios de Melhor Ator nos filmes ‘Nascido a 4 de julho’, de 1990, e ‘Jerry Maguire’, de 1997, e o de Melhor Ator Secundário em ‘Magnólia’, de 2000, foram enviados para a sede da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA, na sigla em inglês).

A decisão do ator, de 58 anos, surge depois dos atores Mark Ruffalo e Scarlett Johansson se juntarem a um movimento que pede que a HFPA se afaste da organização dos Globos de Ouro até que sejam feitas “reformas substanciais”. De realçar que a HFPA é composta por 87 jornalistas e fotógrafos internacionais e nenhum deles é negro.

Um dos primeiros boicotes à organização foi feito pela NBC. O canal anunciou que não irá transmitir o evento em 2022, deixando a cerimónia sem transmissão oficial.

“Continuamos a acreditar que a HFPA está comprometida a fazer uma reforma significativa. No entanto, uma mudança dessa magnitude demora tempo e dá trabalho, acreditamos fortemente que a HFPA precisa de tempo para fazer isso corretamente. Como tal, a NBC não irá transmitir os Globos de Ouro de 2022. Supondo que a organização cumpra com a sua palavra, temos esperança de estar em posição de transmitir o programa em janeiro de 2023”, lê-se num comunicado divulgado pelo canal.

Também a Netflix, a Amazon e outras plataformas de streaming anunciaram boicotes..