Vida

Mónica Sintra simulou atropelamento para perseguir Diogo Infante: "Liguei para a GNR para saber onde ele morava"

Cantora era obcecada pelo ator


Mónica Sintra confessou, esta segunda-feira no programa Passadeira Vermelha na SIC, que tinha sido obcecada por Diogo Infante, tendo revelado um episódio insólito que deixou os presentes em choque.

“O Diogo tinha um carro descapotável vermelho e estava sempre a passear em Sintra. Eu tirei a matrícula e para saber onde ele morava, liguei para a GNR [Guarda Nacional Republicana] e disse que aquele carro tinha atropelado o meu cão e que precisava de saber a morada do senhor. Não me deram", contou a cantora, perante o espanto e as gargalhadas dos colegas de programa.

"Diogo peço imensa desculpa. Tinha 12/13 anos", acrescentou Mónica Sintra, dirigindo-se diretamente ao ator.

Mais tarde viria a estar com o ator, mas nunca lhe contou o que tinha feito na adolescência. "Ele apresentou um programa na RTP e eu fui assistir a várias emissões na plateia. Eu não estava lá a bater palmas, estava só a admirá-lo", admitiu ainda.