Vida

As últimas mensagens trocadas entre Michael Jordan e Kobe Bryant

Segundo o basquetebolista, Kobe Bryant "estava feliz" e "as coisas corriam-lhe bem”, antes da sua morte.


Michael Jordan, escolhido para apresentar a entrada de Kobe Bryant no “Hall of Fame” no próximo sábado, revelou as últimas mensagens trocadas com o antigo jogador da NBA, que morreu, num acidente de helicóptero, em janeiro de 2020.

“No início achei que ia ficar nervoso, mas depois concluí que não vou estar nervoso por mostrar as emoções por alguém que amava. É o meu lado humano, as pessoas tendem a esquecer-se de que tenho um", disse Michael Jordan, em entrevista à ESPN.

Segundo o basquetebolista, Kobe Bryant "estava feliz" e "as coisas corriam-lhe bem”, antes da sua morte.

Na mesma entrevista, Michael Jordan mostrou ainda as últimas mensagens trocadas com Bryant a 8 de dezembro de 2019, e confessou “não ter coragem” para as apagar.

“A tequila estava impecável”, escreveu Bryant, sobre uma garrafa oferecida por Jordan. “Obrigada, irmão”, respondeu-lhe.

“Sim senhor, e a família está bem?”, “Tudo bem, e a tua?”, “Tudo bem”, revelou Jordan.

“Escrevi-lhe isto: 'Boas férias, espero que nos encontremos em breve, treinador Kobe'”, contou Michael Jordan, fazendo referência ao facto de Kobe Bryant querer treinar a filha Gigi, também morta no acidente.

“Para ti também. Olha, treinador, estou sentado no banco neste momento e estamos a arrasar: 45-8”, respondeu Bryant.

Kobe Bryant e a sua filha mais velha, Gigi, de 13 anos, morreram a 26 de janeiro de 2020 quando seguiam para um torneio feminino de basquetebol na Califórnia. Além de Kobe, Gigi e de Ara Zobayan, o piloto, morreram ainda outras seis pessoas.