Sociedade

Covid-19. O que muda na próxima semana

Mais concelhos com desconfinamento total, dois concelhos recuam e outros dois ficam com regras mais apertadas, há ainda 12 concelhos em risco.


Mais concelhos com desconfinamento total

• Cabeceiras de Basto, Carregal do Sal e Paredes, que mantinham as regras de 19 de abril, avançam para a última etapa de desconfinamento com tudo aberto e sem restrições de horários ao fim de semana. Dois concelhos recuam • Arganil e Lamego, sinalizados na semana passada, não melhoraram a situação epidemiológica e o Governo decide que recuam para as regras da terceira etapa do desconfinamento. Na prática, comércio e restaurantes voltam a fechar da parte da tarde ao fim de semana.

Dois concelhos recuam

• Arganil e Lamego, sinalizados na semana passada, não melhoraram a situação epidemiológica e o Governo decide que recuam para as regras da terceira etapa do desconfinamento. Na prática, comércio e restaurantes voltam a fechar da parte da tarde ao fim de semana.

Dois concelhos com regras ainda mais apertadas

• Na freguesia de Longueira-Almograve, em Odemira, e no concelho de Resende, o Governo decidiu manter as regras da segunda etapa de desconfinamento. Ou seja, além de restrições de horário ao fim de semana, continuam fechadas lojas maiores, as esplanadas estão sujeitas a quatro pessoas por mesa e feiras e mercados estão suspensos.

Novidades

• Como reclamava o setor, o Governo autorizou o regresso de recintos de diversões. Podem também abrir parques de diversão infantil de natureza privada e parques aquáticos. Ginásios e instalações desportivas passam a poder fechar às 22h30.

Concelhos em risco

• Há uma semana ficaram sinalizados 23 concelhos com mais de 120 casos por 100 mil habitantes. Só dois recuam no desconfinamento total, embora se tenham mantido sete neste patamar de risco. Para a próxima semana ficam sinalizados 12: Albufeira, Alvaiázere, Castelo de Paiva, Fafe Golegã, Melgaço, Montalegre, Oliveira do Hospital, Torres Vedras, Vale de Cambra, Vila Nova de Poiares e Odemira.