Economia

SNQTB cancela manifestação contra despedimentos no Santander

Manifestação estava agendada para hoje em Faro, mas foi cancelada depois de banco ter acenado com regresso às negociações.


O Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários (SNQTB) cancelou a manifestação agendada para hoje em Faro.
"Na sequência dos contactos mantidos nas últimas horas, que perspetivam o relançamento do diálogo com o Banco Santander, o Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários (SNQTB) decidiu cancelar a manifestação agendada para hoje em Faro", refere em comunicado.

Recorde-se que os protestos arrancaram na terça-feira contra os despedimentos do Santander que podem atingir até 150 trabalhadores. Numa entrevista ao dada ao i, o presidente do SNTQB garantia que a paralisação seria para manter e nem exlcuía o recurso a greve por tempo indeterminado.

A entidade liderada por Paulo Marcos garante que "sempre esteve, está e estará, disponível para dialogar com as administrações das instituições bancárias", acrescentando que "apesar de já terem ocorrido diversas rondas negociais, até ao momento não foi ainda possível encontrar uma solução razoável e ajustada à realidade do banco Santander".

O SNQTB acrescenta que "face aos contactos mantidos nas últimas horas, o sindicato mantém a sua total disponibilidade para prosseguir o diálogo construtivo com o Banco Santander, que seja do interesse de todos os stakeholders", realçando que "o cancelamento desta manifestação não significa, contudo, que este sindicato prescinda do recurso a outros instrumentos para salvaguardar os direitos dos trabalhadores do banco".