Sociedade

Nunca nasceram tão poucos bebés em Portugal

São os valores mais baixos desde 1911, altura em que começaram os primeiros registos do INE.

Nunca nasceram tão poucos bebés em Portugal

Janeiro e fevereiro registaram os valores mais baixos desde que há registos no que diz respeito ao número de nascimentos. Segundo dados revelados, esta sexta-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), registaram-se 5.912 e 5.641 bebés ao longo desses meses, respetivamente.

Comparando com 2020, nasceram menos 1.415 crianças em janeiro, o que representa uma queda de 19,3%, e menos 708 (11,1%) em fevereiro. São os valores mais baixos desde 1911, altura em que começaram os primeiros registos do INE.

Já em termos de mortalidade, registou-se um aumento em relação a 2020. Em janeiro morreram 19.634 pessoas em Portugal – mais 65% do que no período homólogo -, dos quais 5.785 (cerca de 30%) foram associados à pandemia de covid-19.

No mês seguinte, morreram 12.716 pessoas (+28,7%), sendo que 3.594 foram relativos à covid-19.

Os comentários estão desactivados.