Internacional

Bolsonaro chama "idiotas" a brasileiros que cumprem isolamento social na pandemia

“Tem alguns idiotas que até hoje ficam em casa”, disse.

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, voltou a criticar aqueles que cumprem com as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e praticam isolamento social na pandemia. “Tem alguns idiotas que até hoje ficam em casa”, disse.

“O agro [negócio] realmente não parou. Tem uns idiotas aí, o 'fique em casa'. Tem alguns idiotas que até hoje ficam em casa. Se o campo tivesse ficado em casa, esse cara tinha morrido de fome, esse idiota tinha morrido de fome", disse, esta segunda-feira, Bolsonaro num conversa com os seus apoiantes.

"E daí ficam reclamando de tudo. Agora, quem tem salário fixo ou tem uma gorda aposentadoria [pensão por reforma], aí pode ficar em casa a vida toda, sem problema nenhum", acrescentou.

O chefe de Estado é um dos maiores críticos das medidas de segurança recomendadas pelas autoridades internacionais – como o uso de máscara e o distanciamento social – e critica os Estados brasileiros que as adotam, por acreditar que prejudicam a economia do país.

De realçar também que mais de um ano desde o início da pandemia, Bolsonaro continua a defender o uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra a doença.