Vida

Jovem alemã finge casar-se numa quinta alugada de propósito para fazer ciúmes a ex-namorado

Sarah Vilard revelou o casamento falso na rede social TikTok.


Os ciúmes levam os apaixonados a cometer loucuras, mas por vezes esses atos tem como propósito atingir os corações de ex-companheiros.

Foi o que uma mulher na Alemanha tentou fazer, ao alugar uma quinta para fotografar o casamento fictício que montou para causar ciúmes ao ex-namorado.

Sarah Vilard revelou o casamento falso na rede social TikTok. O vídeo mostra várias fotos da jovem de 24 anos vestida de noiva, de mãos dadas com o suposto noivo, a celebrar o matrimónio com amigas, e tem mais de 1,8 milhões de visualizações e milhares de comentários.

A jovem separou-se do seu namorado em 2019 e passados dois anos concretizou o plano, que exigiu algum trabalho por parte da alemã.

Sarah alugou, de propósito, uma quinta em Frankfurt e convidou as amigas para desempenharem o papel de damas de honor. Vestidas a rigor, Sarah tirou várias fotografias com as amigas num momento em que estaria a celebrar a sua união e publicou-as no Instagram, rede social que tinha a certeza de que o ex-namorado poderia ver.

@sarahvilard

Yup I’m crazy

♬ Gnarls Barkley Crazy Stephen Kramer Glickman - Gustavo Rocque

“Ele descobriu no Instagram e mandou-me mensagem no dia seguinte e ficou chateado porque pensava que eu o tinha traído enquanto estávamos juntos”, disse Vilard ao Jam Press, citado pelo New York Post.

“Isso não aconteceu. Mas mesmo assim, ele veio a minha casa para falar comigo. Eu não estava interessada nesta conversa”, afirmou a jovem.

Na caixa de comentários, os internautas dividem-se: alguns consideram o casamento falso de Sarah um ato genial, já outro pensam que foi uma atitude mesquinha da alemã.

“Este nível de dedicação é completamente psicótico ou absolutamente genial", escreveu um utilizador do TikTok, citado pela mesma fonte.

Sarah cumpriu o seu “desejo” e agora continua solteira e “muito feliz com isso”. “Estou contente por poder focar-me em mim própria”.