Sociedade

PJ investiga e faz buscas por falsificação de testes covid no futebol

Em causa está a suspeita de um jogador ter viajado para o estrangeiro infetado com covid-19.


O Ministério Público e a Polícia Judiciária levaram a cabo, esta quinta-feira, uma série de buscas domiciliárias e em laboratórios de análises clínicas, devido a suspeitas de falsificação de testes covid por parte de um jogador profissional de futebol.

Estão a ser analisados e apreendidos documentos nas regiões do Algarve e do Porto, segundo a Polícia Judiciária.

“Na origem desta investigação está uma viagem de avião, para o estrangeiro, realizada por jogador de futebol profissional, alegadamente infetado com covid-19, atuação suscetível de configurar a prática de crime de propagação de doença, alteração de análise ou de receituário, previsto e punido pelo art.º 283° n.º 1 als. a) e b) do Código Penal com pena de prisão de um a oito anos”, lê-se no comunicado das autoridades.

A operação está a ser articulada entre o Ministério Público, a Polícia Judiciária e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge para pesquisa, análise e eventual apreensão de documentação e outra matéria probatória, a ser posteriormente analisada.