Sociedade

GNR resgata tartaruga exótica em Arouca

A tartaruga-de-orelhas-amarelas foi transportada para o Parque Biológico de Vila Nova de Gaia.


O Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Oliveira de Azeméis resgatou uma tartaruga-de-orelhas-amarelas, cujo nome cientifico é Trachemys scripta scripta, em Arouca.

Depois de ser contactada através da Linha SOS Ambiente e Território “sobre um possível abandono do animal”, a equipa do NPA encontrou a tartaruga na via pública e foi transportada para o Parque Biológico de Vila Nova de Gaia, uma vez que foi detetado um “prolapso intestinal” e também por se tratar de um animal exótico, segundo explicou o núcleo em comunicado. 

Por ser uma “espécie não autóctone com poucos predadores naturais em Portugal”, a GNR reforça, em comunicado, que a tartaruga-de-orelhas-amarelas reproduz-se “muito facilmente em estado selvagem”, podendo ser uma ameaça para a “sobrevivência das tartarugas autóctones”, visto que estão à procura do mesmo alimento e “porque podem alterar a genética das restantes espécies”.

Caso tenha alguma dúvida ou queira denunciar algum caso dentro do âmbito animal, poderá usar a Linha SOS Ambiente e Território – 808 200 250, indica a GNR.