Sociedade

Campanha "Ao volante, o telemóvel pode esperar" arranca esta terça-feira

Note-se que as alterações ao Código da Estrada, em vigor desde 8 de janeiro deste ano, duplicaram os valores das coimas para o uso de telemóvel ao volante. 


A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), a Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) vão lançar, esta terça-feira, a campanha de segurança rodoviária “Ao volante, o telemóvel pode esperar”, inserida no Plano Nacional de Fiscalização de 2021.

Em comunicado conjunto, as autoridades revelam que a campanha vai decorrer entre os dias 25 e 31 de maio e tem como objetivo “alertar os condutores para as consequências negativas e mesmo fatais do uso indevido do telemóvel durante a condução”.

Note-se que as alterações ao Código da Estrada, em vigor desde 8 de janeiro deste ano, duplicaram os valores das coimas, tendo passado os seus limites para 250 euros a 1.250 euros, com subtração de 3 pontos na carta em vez dos 2, anteriormente previstos.

A campanha irá integrar ações de sensibilização da ANSR e operações de fiscalização, pela GNR e pela PSP, “com especial incidência para vias e acessos com elevado fluxo rodoviário, de forma a contribuir para a diminuição do risco de ocorrência de acidentes e para a adoção de comportamentos mais seguros por parte dos condutores no que tange à utilização de aparelhos eletrónicos”.

As ações de sensibilização ocorrerão em simultâneo com operações de fiscalização nas seguintes localidades:

 - Dia 25 de maio, às 9h00:  Avenida 24 de Julho – Cais do Sodré, Lisboa;
 - Dia 26 de maio, às 9h00: EN1, Km 387 – Rotunda do Picoto, Porto;
 - Dia 27 de maio, às 10h00: Avenida do Meio, Viana do Castelo;
-  Dia 28 de maio, às 9h00: Rotunda da Força Aérea – Av. General Carrilho da Silva Pinto, Braga;
-  Dia 31 de maio, às 10h00: Avenida 1.º de Maio – Rotunda das Paivas – Amora, Setúbal.