Economia

AHRESP. Plano para apoiar turismo deve se célere

Na sexta-feira, o ministro da Economia anunciou um pacote de medidas para apoiar o setor do turismo que ascende a mais de seis mil milhões de euros.


A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) vê com bons olhos as medidas anunciadas para o setor do turismo pelo Governo, na semana passada, mas pede rapidez na opracionalização das mesmas. “Entendemos ser da maior relevância o lançamento destas iniciativas dirigidas especificamente ao turismo e aguardamos com enorme expectativa a operacionalização célere das várias medidas anunciadas, as quais temos vindo a defender”, refere em comunicado. 

 

Na sexta-feira, o ministro da Economia anunciou um pacote de medidas para apoiar o setor do turismo que ascende a mais de seis mil milhões de euros. “O nosso objetivo é chegarmos a 2027 no nível que projetámos em 2017”, referiu Siza Vieira, adiantando que nessa altura foi projetado um “ritmo de crescimento da receita turística que atingisse 27 mil milhões de euros em 2027”. 

Uma das medidas mais emblemáticas diz respeito ao IVAucher, que arranca a 1 de junho. A ideia de, acordo com o Governo, é que os portugueses possam acumular o IVA gasto em consumos feitos na restauração, alojamento e cultura, e usá-lo posteriormente como forma de desconto imediato.