Economia

Greve parcial da CP suspensa

Greve parcial desta terça-feira decorria por aumentos salariais e melhores carreiras.


A greve parcial dos ferroviários da CP - Comboios de Portugal agendada para esta terça-feira foi suspensa.

Segundo José Vilela, do Sindicato Independente Nacional dos Ferroviários, citado pela agência Lusa, a greve foi suspensa após conversações com o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos. "Das conversações tidas com o ministro das Infraestruturas resultou um compromisso de que a situação ia ser resolvida" e as negociações iam ser retomadas, disse.

"Houve alguns avanços no sentido de se encontrar uma solução. A razão do pré-aviso tinha que ver com a suspensão das negociações que decorriam sobre o regulamento de carreiras. Ao desbloquear-se a situação, a greve foi suspensa", explicou, referindo que não há data agendada para uma reunião, mas que há o compromisso do executivo para "dentro de dias voltarmos à mesa das negociações".

Assim, a circulação dos comboios no dia de hoje está garantida.

"Há uma outra estrutura com uma greve marcada, mas é para dia 27. Em relação ao dia de hoje não há qualquer supressão [de comboios]. Havia, mas ainda ontem [segunda-feira] a situação foi normalizada", disse o responsável.

A greve parcial desta terça-feira decorria por aumentos salariais e melhores carreiras.

A CP já tinha alertado que a greve de 24 horas convocada pelos ferroviários afetos à CGTP marcada para quinta-feira, 27 de maio, poderá levar a perturbações na circulação dos comboios. "Poderão existir atrasos e supressões, com especial incidência nos comboios Urbanos", alertou a empresa, em comunicado.