Desporto

Governo diz que Champions foi um "sucesso desportivo" e descarta incoerência

"Quando se fez o piloto com alguns jogos da I e II Liga acho que não há incoerências. As pessoas percebem que são testes, que estamos a avaliar", disse secretário de Estado.


João Paulo Rebelo, secretário de Estado do Desporto, defendeu que a final da Liga dos Campeões, que decorreu no Porto, foi um “sucesso desportivo”.

 “Do ponto de vista económico também terá sido positivo. Do ponto de vista sanitário, não sou a pessoa indicada para falar”, disse o governante, em entrevista à RTP.

Já em entrevista à SIC, João Paulo Rebelo considerou que não existe qualquer incoerência por parte do Governo no que diz respeito à presença de adeptos na final da competição.

“Quando se fez o piloto com alguns jogos da I e II Liga acho que não há incoerências. As pessoas percebem que são testes, que estamos a avaliar. Desta vez tivemos a oportunidade de fazer uma avaliação com um jogo desta natureza. É mais uma experiência com que o Governo agora conta para perceber se temos, de facto, condições ou não”, afirmou, admitindo depois o regresso dos adeptos aos estádios já na próxima época.

“Admito que haja muita gente interessada em ter público nos recintos desportivos, o próprio secretário de Estado tem interesse nessa matéria. Interesse para os grandes e pequenos clubes que foram muito afetados neste último ano. O público também merece. Os adeptos merecem estar nos estádios apoiar os artistas. Os atletas merecem ter o seu público também. Estamos a criar as condições para que esse retorno possa ser o mais breve possível. Tenho esperança que a próxima época possa começar com o público nos recintos desportivos”, admitiu.