Sociedade

"Temos de aprender com o que corre porventura menos bem", diz Marta Temido sobre a final da Champions

Marta Temido admitiu ainda que “ficou evidente que houve várias bolhas de segurança e houve várias circulações aleatórias” e que afirmou que irá ser feita uma campanha de testagem nas populações que estiveram mais expostas ao vírus.


A ministra da Saúde, Marta Temido, reagiu, esta segunda-feira, à polémica e às críticas feitas à final da Liga dos Campeões e à presença de adeptos ingleses nas ruas da cidade do Porto.

Apesar de não querer fazer comentários sobre o ocorrido, a ministra garante que o Governo está a acompanhar a situação e que “temos de aprender com o que corre porventura menos bem”.

“O que posso dizer é que todos nós temos de aprender com o que corre porventura menos bem. E houve momentos da Champions que correram como estava previsto e houve outros momentos que por força daquilo que foi a abertura de circulação nacionais de outros estados vieram juntar-se àquilo que era o movimento previsto de deslocação de acordo com determinadas regras”, disse aos jornalistas, à saída do Congresso Nacional da Ordem dos Médicos, em Coimbra.

Marta Temido admitiu ainda que “ficou evidente que houve várias bolhas de segurança e houve várias circulações aleatórias” e que afirmou que irá ser feita uma campanha de testagem nas populações que estiveram mais expostas ao vírus.

"Estamos perante um sinal daquilo que são os difíceis equilíbrios que, neste momento, todos somos chamados a tentar encontrar", considerou.

"Por um lado, temos a propensão natural das pessoas para terem uma vida o mais normal possível e, por outra, a exigência sanitária que temos que respeitar. Temos tido sempre o cuidado de fazer reforço na testagem na sequência de eventos potencialmente geradores de maior risco e é isso que está a ser feito", concluiu.