Politica

Zmar. Governo recua na requisição civil

O executivo de António Costa terá feito um acordo com os proprietários das casas do empreendimento turístico. 


O Governo de António Costa vai recuar na requisição civil do empreendimento turístico Zmar, em Odemira. Recorde-se que o processo foi suspenso pelo Supremo Tribunal no dia 7 de maio.

O executivo terá chegado a um acordo com os proprietários das casas do Zmar, segundo avançou a TVI, para fazer cair por terra a providência cautelar em tribunal.

De acordo com o canal de televisão, o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, deverá assinar um protocolo, ainda hoje, para que o Governo possa ocupar 36 casas do Zmar, para alojar migrantes que precisem de ficar isolados, pagando 100 euros por noite à massa insolvente do empreendimento, em Odemira.