Internacional

Jovem coloca pedido de socorro em saco com refeição após assédio do chefe

Funcionária de café terá sido agarrada durante o trabalho. Polícia abriu um inquérito, mas não deteve suspeito.


Uma funcionária de um café no Brasil recorreu a um guardanapo para pedir ajuda na sequência dos assédios sexuais do seu chefe, dono do estabelecimento onde trabalhava na região de Chapecó, no estado brasileiro de Santa Catarina.

De acordo com as autoridades policiais de Santa Catarina, citadas pela imprensa brasileira, a jovem, de 19 anos, colocou o guardanapo com o pedido de ajuda dentro de um saco com uma refeição entregue ao postigo.

Entretanto, o casal que comprou a refeição viu o bilhete, onde se lia: Por favor, chame a polícia nesse endereço. Meu chefe está me assediando e está tentando me drogar. Sou cozinheira. Por favor, não é brincadeira". E pediu imediatamente ajuda.

A polícia dirigiu-se ao local, onde a jovem contou que o chefe, um homem de 48 anos, a tentou agarrar durante o seu trabalho, além de ter sugerido pagar-lhe cerca de 100 euros em troca de sexo.

A vítima disse ainda que o homem queria que ela bebesse uma mistura de vinho e cocaína.       

Na sequência dos relatos da jovem, as autoridades realizaram buscas no estabelecimento e acabaram por descobrir duas doses de cocaína.

O suspeito foi levado para a esquadra onde foi identificado, não tendo sido, no entanto, detido. A polícia abriu um inquérito e vai continuar a investigação.