Sociedade

Morreu Carlos Ferreira, o homem que subiu a Avenida da Liberdade sozinho em plena pandemia

Tinha 73 anos.


Morreu Carlos Ferreira, o homem que subiu a Avenida da Liberdade sozinho, com a bandeira portuguesa ao ombro no dia 25 de abril 2020, quando as celebrações do Dia da Liberdade foram canceladas devido à pandemia de covid-19. Tinha 73 anos.

Segundo avança o jornal Observador, Carlos Ferreira morreu na segunda-feira, pelas 18h, no Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, após ter sofrido um AVC.  

Com uma vida ligada à política, aquele que foi o símbolo máximo em plena pandemia era o sócio número 4.362 da Associação 25 de Abril e foi militante do MRPP.