Internacional

OMS aprova vacina chinesa da Sinovac

Duas doses devem ser administradas com entre duas a quatro semanas de intervalo.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou esta terça-feira a vacina contra a covid-19 CoronaVac, da farmacêutica chinesa Sinovac.

Esta é assim a segunda vacina produzida na China a receber luz verde daquela entidade internacional, lê-se no comunicado da OMS.

A vacina chinesa poderá ser usada em maiores de 18 anos, com a segunda dose a dever ser administrada entre duas a quatro semanas depois da primeira.

Na informação, disponibilizada pela OMS, a administração da CoronaVac não está ser limitada em termos de idade.