Internacional

Menino de cinco anos que sobreviveu à queda de teleférico em Itália saiu dos cuidados intensivos

O menino não se lembra do acidente e já terá perguntado pelos pais.


O menino de cinco anos que sobreviveu à queda de um teleférico que matou 14 pessoas em Stresa, no norte de Itália, saiu, esta terça-feira, da Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) do hospital Regina Margherita de Turim, onde estava internado desde o dia do acidente, a 23 de maio.

Segundo a imprensa italiana, o menino, Eitan, está acompanhado pela tia. De realçar que entre as vitimas mortais do acidente, estavam os pais da criança, o irmão, de dois anos, e os bisavôs, que tinham chegado poucos dias antes a Itália, vindos de Israel, para visitar a neta e os bisnetos.

Eitan já tinha começado começado a comer alimentos moles na UCI, mas permaneceu ali internado por precaução. O menino não se lembra do acidente e já terá perguntado pelos pais.

A cabine de um teleférico que liga a localidade de Stresa ao monte de Mattarone caiu há cerca de uma semana, a 23 de maio. Inicialmente havia duas crianças entre os sobreviventes. No entanto, uma menina de nove anos acabou por não resistir aos ferimentos.

Após uma investigação das autoridades italianas, o dono da empresa, o diretor e o chefe de operações do teleférico foram detidos, uma vez que era do seu conhecimento que um dos travões de emergência do transporte tinha sido desativado durante reparações técnicas feitas anteriormente. Estão acusados de “homicídio múltiplo com dolo, desastre por negligência e eliminação de ferramentas”.