Sociedade

Criança de 8 anos morre depois de se sentir mal na escola em Covilhã

Em colaboração com o Agrupamento de Escolas e com os serviços de saúde locais, a família e a comunidade escolar irá receber apoio psicológico.


Uma menina de oito anos, morreu, esta terça-feira, depois de se ter sentido mal durante as aulas na escola de S. Silvestre, na Covilhã.

De acordo com as declarações do presidente do Agrupamento de Escolas Pêro da Covilhã, Jorge Antunes, dadas à agência Lusa, o acontecimento ocorreu no período da tarde, tendo sido logo chamados os meios de socorro à escola.

A menina foi transportada para o Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira, mas acabou por não resistir, indicou a mesma fonte.

Duas psicólogas do Agrupamento foram acionadas para que estejam na escola logo no início da atividade escolar esta quarta-feira, de forma a acompanhar crianças, funcionários e professores, afirmou o responsável, ao frisar que esta situação é extremamente “delicada e dolorosa”.

Em colaboração com o Agrupamento de Escolas e com os serviços de saúde locais, a família e a comunidade escolar irá receber apoio psicológico.

A Câmara da Covilhã já emitiu uma nota de pesar, assinalando que lamenta "profundamente a partida prematura e inesperada desta aluna".

"A aluna sentiu-se indisposta durante as atividades letivas, tendo o professor acionado de imediato o INEM. Apesar da rápida intervenção no local e no Centro Hospitalar, não foi possível evitar a tragédia mais temível", referiu o município na nota.