Sociedade

Contágios, incidência e Rt sobem em dia de um óbito associado à covid-19

Número de internados continua a descer, mas doentes graves aumentaram.


Foram registados mais 724 contágios nas últimas 24 horas, uma subida considerável face aos dados anteriores que davam conta de 445 novos casos de covid-19. Segundo o boletim da DGS, divulgado esta quarta-feira, o total de infeções, contabilizadas desde março de 2020, é agora de 850.262.

O novo balanço revela ainda que ocorreu mais um óbito associado à doença, elevando o número de vitimas mortais da epidemia no país para 17.026.

Em relação à distribuição geográficas dos casos diários, Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região mais afetada, com 368 novos contágios, enquanto o Norte registou 212. Segue-se o Centro com 64 diagnósticos positivos, o Algarve com 32 e o Alentejo com 22.

Os Açores somam mais 24 infeções e a Madeira mais duas, segundo o boletim da DGS.

O número de internados voltou a descer, estando agora hospitalizadas 264 pessoas com covid-19, menos quatro do que na terça-feira. Pelo contrário, nos cuidados intensivos, encontram-se agora 53 infetados, mais três do que ontem.

O total de recuperados subiu para 810.271, depois de mais 458 pessoas terem deixado de ter a doença ativa nas últimas 24 horas.

Atualmente, existem 22.965 casos ativos da doença e as autoridades de saúde têm sob vigilância 24.928 contactos

Os indicadores relativos à taxa de incidência e ao risco de transmissibilidade foram atualizados hoje pela DGS, como é habitual às quartas-feiras e ambos os indicadores registaram subidas.

Assim, a incidência nacional situa-se agora nos 66,4 - na segunda-feira era 63,3 - casos de infeção por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. Considerando apenas o território continental passou de 60,4 para 63,7.

Já o Rt nacional mantém-se nos 1,07, mas quando o critério é apenas o continente o indicador subiu uma décima para os 1,08.

Consulte o boletim na íntegra.