Sociedade

Número de novos casos de covid-19 continua a subir, mas internados não acompanham tendência

Estão internadas menos dez pessoas do que ontem, novos contágios voltam a ficar acima dos 700.


Foram registados mais 769 contágios nas últimas 24 horas, o número mais elevado em cerca de dois meses. Segundo o boletim da DGS, divulgado esta quinta-feira, o total de infeções, contabilizadas desde março de 2020, é agora de 851.031.

O novo balanço revela ainda que ocorreram mais três óbitos associados à doença, elevando o número de vitimas mortais da epidemia no país para 17.029.

Em relação à distribuição geográficas dos casos diários, Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região mais afetada, com 385 novos contágios, enquanto o Norte registou 240. Segue-se o Centro com 54 diagnósticos positivos, o Algarve com 36 e o Alentejo com 12.

Os Açores somam mais 30 infeções e a Madeira mais 12, segundo o boletim da DGS.

Duas das três mortes associadas à covid-19 ocorreram na Grande Lisboa e a restante na região Centro.

O número de internados voltou a descer, estando agora hospitalizadas 254 pessoas com covid-19, menos dez do que na quarta-feira. Nos cuidados intensivos, encontram-se agora 52 infetados, menos um do que ontem.

O total de recuperados subiu para 810.659, depois de mais 388 pessoas terem deixado de ter a doença ativa nas últimas 24 horas.

Atualmente, existem 23.342 casos ativos da doença e as autoridades de saúde têm sob vigilância 24.929 contactos

Os indicadores relativos à taxa de incidência e ao risco de transmissibilidade só serão atualizados pela DGS amanhã, como é habitual às sextas-feiras, e por isso mantêm-se os valores registados ontem.

Assim, a incidência nacional situa-se agora nos 66,4 casos de infeção por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. Considerando apenas o território continental é de 63,7.

Já o Rt nacional é de 1,07, mas quando o critério é apenas o continente situa-se nos 1,08.

Consulte o boletim na íntegra