Cultura

Morreu Luís Duarte, maestro de Portugal e além-fronteiras eurovisivas

Luís Duarte fez 13 participações no Festival da Canção e duas na Eurovisão. 

DR  


O músico e maestro Luís Duarte morreu, este domingo, aos 71 anos, vítima de cancro.

O nome de Luís Duarte fica na história da música portuguesa pelas suas interpretações e orquestrações no Festival da Canção, mas também por diversas colaborações com vários artistas. Em toda a sua carreira, o maestro esteve ligado aos vários ofícios da cultura, como ator, cantor, compositor, baixistas e ainda professor de música.

Durante a sua carreira, o músico acompanhou nomes como Paulo de Carvalho, José Afonso e Jorge Palma.

Luís Duarte fez 13 participações no Festival da Canção. Estreou-se em 1973 como o tema Minha Senhora das Dores, de Ary dos Santos e Fernando Tordo.

Foi o maestro que orquestrou a música vencedora Bem Bom, das Doce, em 1982, com a qual foi à Eurovisão. Também foi maestro dos Da Vinci, com a música Conquistador, em 1989.

No ano de 1982, Luís Duarte dirigiu a orquestra da Eurovisão em Harrogate, no Reino Unido, e repetiu a experiência, em 1989, na Suíça.

Pertenceu ao Quarteto 1111, em 1977, e cantou a solo as músicas Quando a Noite de Faz Certa, em 1988, e Um Amigo Sempre Mão, em 1992.