Sociedade

Greve da CP quase total. Bilheteiras vazias e comboios sem revisores

Entre as 00h00 e as 06h00 desta segunda-feira foram efetuadas 31 viagens, entre as quais 29 dos serviços mínimos (todos realizados) e mais dois adicionais.


A circulação dos comboios da CP – Comboios de Portugal continua sem efetuar o serviço com “perturbações significativas”. Os trabalhadores das bilheteiras e revisores da empresa estão em greve, esta segunda-feira, e durará até amanhã.

Segundo o balanço feito pela CP às 08h30 para a agência Lusa, 36 dos 67 comboios programados ficaram parados. Entre as 00h00 e as 06h00 de hoje foram efetuadas 31 viagens, entre as quais 29 dos serviços mínimos (todos realizados) e mais dois adicionais.

De realçar que no domingo, foram suspensos 65% dos comboios previstos até ao meio dia, tendo sido um dia de adesão quase total da greve.

Assim, verifica-se “uma adesão maciça” dos trabalhadores na greve, indicou a fonte sindical à Lusa, estando a ser efetuados os serviços mínimos e com grande parte das bilheteiras encerradas.

Ainda que a greve esteja prevista terminar amanhã, dia 08 de junho, a CP já alertou, em comunicado, que os efeitos podem sentir-se ainda até ao dia 09.

A transportadora já decretou serviços mínimos para estes dias, por isso, estão previstas algumas ligações. Caso queira consultar, carregue aqui.

De frisar que os trabalhadores da CP começaram, no domingo, uma greve nacional de três dias em protesto contra a proposta de regulamento de carreiras apresentada pela transportadora, que diz prever "um aumento da polivalência de funções" e a "junção e extinção de categorias profissionais", considerando que tal "vai pôr em causa postos de trabalho presentes e futuros".

Também reclamam a "melhoria do salário base, que atualmente está no limiar do salário mínimo nacional", e a "reposição das perdas salariais sofridas pelos ferroviários operacionais que foram contagiados pela pandemia provocada pela covid-19, bem como pelos que tiveram de cumprir confinamento profilático por estarem em contacto com colegas infetados".

Caso tenha bilhetes para viajar em comboios dos serviços Alfa Pendular, Intercidades, Internacional, InterRegional e Regional, poderá pedir o reembolso do valor total do bilhete adquirido ou a sua revalidação, sem custos, informou a CP.