Sociedade

Detidos por exploração sexual de criança de 11 anos em Mirandela

Menor, que atualmente tem 15 anos, tinha 11 anos na altura dos factos. 


A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem e uma mulher por alegada exploração sexual de uma criança, no distrito de Bragança.

“A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Vila Real, procedeu à identificação e detenção de um homem e uma mulher, pela presumível autoria dos crimes de lenocínio de menores”, revela a autoridade em comunicado, esta terça-feira.

Note-se que, de acordo com o Código Penal, o crime de lenocínio é imputado a “quem, profissionalmente ou com intenção lucrativa, fomentar, favorecer ou facilitar o exercício por outra pessoa de prostituição”.

Segundo a nota da PJ, os factos ocorreram no período compreendido entre meados do ano de 2016 e finais do ano de 2020, em duas residências sitas em Mirandela, “nas pessoas de uma criança atualmente com 15 anos de idade e sua mãe, uma mulher de 31 anos de idade”.

Os detidos, de 31 e 64 anos de idade, vão ser presentes a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.