Sociedade

O que vai mudar nos concelhos que avançam no desconfinamento?

Quatro concelhos não avançam no desconfinamento e dez estão em alerta. Conheça as novas regras para a maior parte do país.


O Governo anunciou, esta quarta-feira, que apenas Braga, Odemira, Lisboa e Vale de Cambra não vão avançar na próxima fase do desconfinamento, prevista para 14 de junho. 

Contudo, há dez concelhos que avançam no desconfinamento mas que vão ficar em alerta: Albufeira, Alcanena, Arruda dos Vinhos, Cascais, Loulé, Paredes de Coura, Santarém, Sertã, Sesimbra e Sintra.

Desta forma, a partir de 14 de junho, todos os concelhos do país, excepto os quatro já referidos, vão passar a ter novas regras. Saiba quais.
 

A partir de 14 de junho:

- Teletrabalho recomendado quando as atividades o permitam;
- Restaurantes, cafés e pastelarias (com as atuais regras de lotação) até às 00:00 h para efeitos de admissão e encerramento à 01:00 h;
- Equipamentos culturais até à meia-noite para efeitos de entradas e encerramento à 01:00 h; redução da lotação até 50% de forma a garantir um lugar de intervalo entre espetadores/coabitantes;
- Comércio com horário do respetivo licenciamento;
- Transportes coletivos em que só existem lugares sentados, lotação completa; outros transportes coletivos, 2/3 da lotação;
- Táxis e TVDE com lotação limitada aos bancos traseiros
- Eventos desportivos com público nos escalões de formação e modalidades amadoras com lugares marcados e regras definidas pela DGS: Em recintos desportivos, com 33% da lotação; Fora de recintos desportivos, com lotação e regras a definir pela DGS.