Sociedade

Idoso de 85 anos fica em prisão preventiva por violência doméstica contra a mulher

Durante o casamento, de cerca de 60 anos, o idoso levou a mulher a viver num clima de constante terror.


Um idoso, de 85 anos, suspeito de violência doméstica, foi presente a tribunal e foi-lhe aplicada a medida de coação mais gravosa: prisão preventiva. 

Num comunicado, emitido esta quarta-feira, a GNR revela que o suspeito foi detido, ontem, no concelho do Montijo.

“Na sequência de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o agressor infligiu agressões verbais, físicas e ameaças de morte, durante o casamento de cerca de 60 anos que manteve com a vítima, sua ex-companheira de 78 anos”, informa a força de segurança.

O idoso adotou sempre uma conduta “controladora e ciumenta” e sujeitava a vítima a viver num “clima de constante terror e a temer pela própria vida”.

No decorrer das diligências policiais foi dado cumprimento a um mandado de detenção.

O detido foi presente a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial do Barreiro e ficou em prisão preventiva.