Vida

Pai de Meghan Markle acusa Oprah de se aproveitar de momento de fragilidade de Harry

Em causa está a polémica entrevista dos duques de Sussex, a primeira após abandonarem a família real britânica.


Thomas Markle, pai de Meghan Markle, acusou a apresentadora Oprah Winfrey de se aproveitar de um momento de fragilidade do príncipe Harry para conseguir a polémica entrevista aos duques de Sussex.

“Eu tenho de dizer uma coisa. Oprah Winfrey está a brincar com o Harry e a Meghan. Eu acho que ela os está a usar para aumentar os seus contactos e criar novos programas. E eu acho que ela se se aproveitou de um homem muito fragilizado e fez com que ele dissesse coisas que não se diz na televisão”, disse no programa australiano 60 minutes.

Recorde-se que a entrevista em questão foi a primeira após o afastamento de Harry e Meghan da família real. O casal denunciou casos de racismo no palácio e a falta de empatia com a saúde mental de Meghan Markle.

Thomas Markle, que tem uma relação conflituosa com a filha, afirmou que as suas acusações “até podem” fazer com que Oprah o processe por difamação. “Ela até me pode processar, eu não quero saber. Mas, no fim de contas, ela está a trabalhar com o Harry”, afirmou, referindo-se à série documental The Me You Can’t See, que aborda questões sobre a saúde mental.

O homem, de 76 anos, revelou ainda que soube do nascimento da neta Lilibet Diana através de um comunicado oficial dos duques, algo que o deixou "muito transtornado".