Politica

"Nunca me passaria pela cabeça desautorizar o Presidente da República"

A troca de recados entre o primeiro-ministro e o Presidente continua. Agora, Costa desvaloriza a polémica com Marcelo e diz que "deve haver uma confusão qualquer".


Confrontado pelos jornalistas, o primeiro-ministro desmentiu ter desautorizado o Presidente da República.

"Deve haver uma confusão qualquer", começou por dizer António Costa. "Nunca me passaria pela cabeça desautorizar o Presidente da República", garantiu, acrescentando que "nunca houve nenhuma ação desarticulada entre o primeiro-ministro e o Presidente da República.

Estas declarações de António Costa surgem na sequência de o chefe de Estado ter sublinhado que “por definição o Presidente nunca é desautorizado pelo primeiro-ministro. Quem nomeia o primeiro-ministro é o Presidente, não é o primeiro-ministro que nomeia o Presidente”.

Marcelo Rebelo de Sousa, já em Budapeste para assistir ao jogo de estreia da Seleção Nacional no Euro 2020, reagia assim ao comentário do primeiro-ministro que afirmou que ninguém, nem mesmo o Presidente da República, podia garantir que não seria preciso voltar atrás no desconfinamento.