Desporto

Há 52 casos positivos de covid-19 na Copa América

A seleção da Venezuela é a mais afetada, com 13 elementos infetados.


Cinquenta e duas pessoas, entre elementos das seleções e da organização da Copa América, testaram positivo para o vírus SARS-CoV-2, segundo dados do Ministério da Saúde brasileiro.

No total foram realizados mais de três mil testes PCR, dos quais testaram positivo 33 jogadores e membros das seleções e 19 funcionários do evento.

A seleção da Venezuela, do selecionador português José Peseiro, é a mais afetada. Um surto de covid-19 infetou 11 elementos da comitiva: 8 jogadores e três elementos da equipa técnica.

Há ainda casos nas seleções da Colômbia, Bolívia e Peru.

De realçar que a Copa América está a realizar-se no Brasil, um dos países mais afetados pela pandemia. O país foi escolhido pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) para organizar o evento, na semana passada, após a Argentina e a Colômbia terem desistido devido à pandemia.