Sociedade

Doze detidos em operação de combate à corrupção em Loures

Segundo a TVI, entre os detidos estarão vários funcionários da autarquia. 


A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção, levou a cabo, esta quarta-feira, várias buscas domiciliárias e não domiciliárias em Loures.

Em comunicado, a autoridade avançou que a operação, designada ‘Embargo Final’, decorreu no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público, do DIAP de Loures, e resultou na detenção de 12 pessoas.

Segundo a mesma nota, os detidos, com idades compreendidas entre os 44 e os 64 anos, são suspeitos da prática de crimes de corrupção passiva e de corrupção ativa.

“Na investigação em curso foram já recolhidos importantes elementos de prova que indiciam fortemente a existência de contrapartidas monetárias, para o não exercício das funções profissionais que estavam atribuídas aos detidos”, lê-se.

De acordo com a TVI, há suspeitas de subornos relacionados com obras de construção civil naquele concelho e entre os detidos estão vários funcionários da Câmara Municipal.

No âmbito da operação, foram realizadas dezoito buscas domiciliárias e trinta duas buscas não domiciliárias, nas quais participaram 84 efetivos da PJ.